Italo e Jadson competem no WSL de Portugal

Italo Ferreira estreou com vitória no MEO Portugal Cup of Surfing, Jadson André perdeu mas terá nova chance na repescagem.





Colaboração de texto: João Carvalho/©WSL
Colaboração de foto: Poullenot/Getty Images/©WSL
 
Os dois potiguares da seleção brasileira da elite do surfe mundial, foram convidados para participar da segunda e última etapa do WSL Countdown no Velho Continente. O campeão mundial Italo Ferreira já competiu na abertura da Euro Cup of Surfing na França e venceu o French Rendez-Vous of Surfing em Anglet. Ele agora tem a companhia de Jadson André no MEO Portugal Cup of Surfing, que começou nessa terça-feira no point break de direitas de Ribeira D´Ilhas, em Ericeira. Italo estreou com vitória e já está nas quartas de final, enquanto Jadson perdeu, mas terá uma nova chance de classificação na segunda fase.
 
As baterias dos brasileiros abriram a competição masculina e reviveram duelos marcantes para os dois. Essa praia de Ericeira hoje é palco da etapa portuguesa do WSL Challenger Series, mas em 2014 sediou a decisão do título mundial Pro Junior, que terminou com o português Vasco Ribeiro sendo campeão, derrotando Italo Ferreira na final. Os dois entraram na segunda bateria da terça-feira de boas ondas de 3-4 pés em Ribeira D´Ilhas.
 
Dessa vez, o agora atual campeão mundial não deu qualquer chance aos dois portugueses que enfrentou, aumentando a vantagem com seu ataque de backside a cada onda surfada nas direitas de Ericeira. Italo liderou o confronto desde a nota 6,17 da primeira. Na terceira fez 6,50 e a seguinte armou uma parede maior para mandar uma série de seis batidas e rasgadas muito fortes que valeram nota 8,00. Ainda pegou outra onda boa para selar a vitória por 14,67 com nota 6,67, contra 10,67 pontos de Henrique Pyrrait e apenas 9,23 do Vasco Ribeiro.
 
“Acho que estou muito mais forte agora, pois era bem mais magro naquela época (risos)”, brincou Italo Ferreira sobre aquela final Pro Junior de 2014. “Tem muitos surfistas bons neste evento e foi uma bateria boa para começar o campeonato. Estou muito feliz por estar de volta a Portugal, que é um dos meus lugares favoritos no mundo. Adoro vir para cá, da comida, das pessoas e para surfar nas praias daqui”.
 
Invencibilidade – Italo Ferreira defende uma invencibilidade iniciada no bicampeonato consecutivo conquistado no ano passado lá mesmo em Portugal, no MEO Rip Curl Pro em Peniche, palco da penúltima etapa do World Surf League Championship Tour. Depois, também ganhou a decisão do título mundial na final brasileira com Gabriel Medina no Billabong Pipe Masters no Havaí e neste ano venceu as duas únicas competições que disputou.

A primeira foi o Onda do Bem, evento noturno de caráter beneficiente promovido pela WSL Latin America na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP), onde Jadson André também foi finalista ficando em quarto lugar, com o catarinense Yago Dora em segundo e o paulista Miguel Pupo em terceiro. Os quatro fazem parte da seleção brasileira que vai disputar o World Surf League Championship Tour de 2021, previsto para começar em dezembro no Havaí. Depois do evento no Brasil, Italo Ferreira foi convidado para participar das duas etapas do WSL Countdown da WSL Europe como a de Ubatuba e venceu o French Rendez-Vous of Surfing em Anglet semana passada, derrotando o espanhol Andy Criére na final.
 
Jadson André estreando em Portugal. (Crédito: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)
Campeão em Noronha – Jadson André não competiu nessa da França, mas foi convidado para o MEO Portugal Cup of Surfing, substituindo ao francês Jeremy Flores. Ele foi escalado na primeira bateria, junto com o marroquino Ramzi Boukhiam, que foi campeão do Oi Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha (PE) esse ano. Jadson tentava um inédito bicampeonato nos tubos da Cacimba do Padre, mas foi barrado por Ramzi nas semifinais.
 
Em Portugal, o potiguar começou “on fire” para vingar essa derrota, surfando a primeira onda da bateria e já mandando um aéreo full rotation de frontside numa esquerda que valeu 5,17. Logo entrou uma direita que rendeu três manobras para ganhar 5,10 e liderar o confronto. O italiano Leonardo Fioravanti começou com nota 6,00 e Ramzi demorou para entrar no jogo.
 
O marroquino só surfou sua primeira onda aos 10 minutos e começou com 5,37. Aí encaixou nas séries e achou uma direita maior para usar o seu “power surf” com quatro pauladas de backside, que renderam nota 8,67 para assumir a ponta. Ramzi Boukhiam logo repetiu a dose em outra direita que valeu 6,17 para confirmar a vitória por 14,84 pontos, contra 10,97 do brasileiro Jadson André e 10,33 do italiano Leonardo Fioravanti.
 
O marroquino Ramzi Boulhiam (Crédito: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)
“Eu gosto muito de Portugal. Venho para cá desde criança e tenho muitos bons amigos aqui”, disse Ramzi Boukhiam. “Eu sempre tive dificuldades para surfar aqui (em Ribeira D´Ilhas), então estou feliz por encontrar boas ondas esta manhã e também estou com ótimas pranchas, que funcionaram muito bem nesse mar”.
 
Segunda chance - Além do campeão mundial Italo Ferreira e do atual campeão do Oi Hang Loose Pro Contest, Ramzi Boukhiam, também estrearam com vitórias na terça-feira e passaram direto para as quartas de final do MEO Portugal Cup of Surfing o francês Maxime Huscenot e o espanhol Aritz Aranburu. O brasileiro Jadson André pode voltar a enfrentar o marroquino em Portugal, se aproveitar a última chance de classificação na primeira bateria da segunda fase, contra o português Vasco Ribeiro.
 
Na categoria feminina, assim como Italo Ferreira, a vencedora do French Rendez-Vous of Surfing em Anglet na quarta-feira passada, Johanne Defay, estreou com vitória na primeira defesa da liderança da Euro Cup of Surfing em Portugal. Além dela, também passaram direto para as quartas de final a igualmente francesa Pauline Ado, a portuguesa Teresa Bonvalot e a israelense Ana Lelior. Nenhuma brasileira foi convidada para estas duas etapas do WSL Countdown no Velho Continente.
 
A francesa Johanne Defay (Crédito: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)
A próxima chamada para o MEO Portugal Cup of Surfing foi marcada para as 7h30 da quarta-feira em Portugal, 3h30 da madrugada no fuso horário de Brasília. O evento é totalmente móvel e poderá ser realizado em qualquer praia da costa portuguesa, até em Supertubos, Peniche, onde acontece a etapa do World Surf League Championship Tour que Italo Ferreira ganhou nos dois últimos anos.
 
O MEO Portugal Cup of Surfing é realizado com apoio da MEO, Turismo de Portugal, Portuguese Waves, Jeep, EDP, Hertz, Buondi, Fundação Oceano Azul, com parceria da Fuel TV e também será transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo da WSL.
 

Compartilhe:

Postar um comentário

 
Direitos reservados © 2016 NaRede Gestão de Informações. Desenhado por: OddThemes Distribuido por: Blogger Templates